Arquivo da categoria ‘Dois amores.’

Para minha filha Gabriela.

Publicado: 09/11/2011 em Dois amores.

Trânsito parado. Coração acelerado.

Missa de encerramento do 2º grau de Gabriela.

Chego atrasado. Procuro minha menina naquela beleza de juventude e por um átimo nos encontramos. Sorri eu retribuo. Estou salvo.

Colégio São Luís. Náutico bem pertinho.

Dois altares na minha frente.

A família em primeiro plano. O alimento espiritual.

O fone de ouvido no ouvido de Daniel e o outro plano que virou uma religião xiita, sunita, da bexiga lixa.

Gol de empate. Silêncio e um grito que ninguém escutou. Só eu e ele.

Um alvirrubro junto, contrito pergunta baixinho: – foi gol do Náutico?

Eu nem sei se balancei a cabeça, as mãos, o corpo ou a alma.

A missa requeria contrição.

Gabriela e 70 jovens começam uma nova fase em suas vidas.

Duas lições ali na minha frente.

Os filhos chegam sempre primeiro, sempre na frente.

Gol do Náutico de novo. Daniel empunha o braço no gesto Derleyniano. Guerreiros. Time e torcida.

Treinador bis in idem.

O padre continua. Gabriela tenta me reencontrar e quando me avista os olhos se espantam e eu faço o sinal: 2 x 1 .

Burburinho em plena missa. Sacrilégio? Sei não , o sorriso dela e de outros jovens são um golaço.

Não tem latim, tem música e muita alegria.

O alvirrubro ao lado sorri contrito.

A missa continua.

O jogo continua.

A vida segue em frente.

Página virada que amanhã (hoje) será mais branco ainda do que foi hoje no Joana Bezerra.

Algumas buzinas ainda tocam.

Os bares do Rosarinho ainda pulam como arquibancadas.

Muita gente sonha.

Com outras estrelas…

Eu agora espero que minha filha passe no vestibular de Direito.

Ela que dizem puxou ao meu temperamento e as virtudes da mãe, inteligente, estudiosa, generosa. Bom, fico eu aqui a curtir minha jovem quase universitária. Espero que falte só um pontinho para ela chegar lá.

E se juntar aos bons. Aos mestres, irmãos, brodas Edgar e Arsênio e ajude a construir um mundo mais justo.

Um mundo onde João Carlos, Magna, André Gustavo, Osvaldo, Felipe Holder, Arsênio, Edgar, Daniel, Izabella e minha nega véia Ana Luiza vivam sempre em harmonia. Um mundo de 7 bilhões de pessoas.

É prá você Gabi. Gabizinha. É prá você.

O jogo acabou. O seu campeonato está começando. Pontos corridos, dias corridos. Muita estrada pela frente.

Que Deus a abençôe. E novas missas aconteçam com menos adrenalina, mas com a mesma felicidade e cumplicidade.

Anúncios