A VIDA EM 24 FPS. POR HOULDINE NASCIMENTO.

Publicado: 02/09/2012 em Poesia

Amizade Colorida
Comédia, 109 min. Cotação: Regular.
Virou moda a feitura de comédias com essa temática de amizade movida a sexo descompromissado. Meses depois de “No Strings Attached”, estrelado por Ashton Kutcher e a oscarizada Natalie Portman, chegou ao Brasil este Amizade Colorida (Friends with Benefits), dirigido por Will Gluck (“A Mentira”) e seguindo a mesma linha, agora disponível em DVD.

Na época do lançamento, esse filme teve tantas pré-estreias que se perdeu a conta… Basicamente é a história de um sujeito de São Francisco, Dylan Harper (Justin Timberlake), que se muda para trabalhar em Nova Iorque graças ao convite de uma recrutadora, Jamie (Mila Kunis).

A cena inicial é bem inventiva, dando a falsa impressão de que ela o espera para ir ao cinema, mas não. Jamie aguarda o atual namorado e Dylan vai ao encontro da sua (Emma Stone), e ambos acabam tomando o “fora”. Ao passo que um dos personagens satiriza comédias românticas.

Visto que os dois acabam de sair de relacionamentos, o que menos querem é compromisso, embora não queiram deixar o sexo de lado. Resultado: começam a transar à exaustão. Bingo! Em certo momento se afastam, quebram a cara, e depois voltam a ficar juntos. Além deste que vos escreve, alguém tem a sensação de que já viu isso em algum lugar?

Pois é, pessoal. O filme segue uma fórmula pronta e o espectador com razoável poder de apuração já sabe o que vai acontecer no final. Em compensação, o casal central é simpático e possui afinidade. Justin é um bom ator e isso se nota desde a participação no premiado “A Rede Social”, de David Fincher. E o que dizer de Mila (“Cisne Negro”)? Sua presença agradava desde os idos da bem sucedida série norte-americana “That’s 70s show”.

Chamaram alguns veteranos para dar suporte. Woody Harrelson faz uma aparição como o editor de esportes gay, Richard Jenkins é o pai de Dylan e Patrícia Clarkson aparece numa ponta como a mãe liberal de Jamie. Tem até um esportista que “se faz”, não deixando a menor marca, o skatista e snowboarder bicampeão olímpico Shaun White.

Apesar das limitações, esse tipo de filme sempre encontra um bom público e pode-se dizer até que funciona.

Anúncios
comentários
  1. João Carlos JIM com Lennon disse:

    Pelo que narrou o Houldini e pelo trailer, vale uma sessão ressaca domingo à tarde na cama com pudim de leite. Mas sair de casa até o cinema mais próximo…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s