Arquivo de 02/04/2011

(*) Desculpem o atraso. Arsênio sabe que pelas bandas de Vicente Pizon, a coisa está pegando fogo.

EUMIR DEODATO
 
 
 
E se eu afirmar que esse músico genial, verdadeira fera, é tão ou mais conceituado no mundo da música do que Tom Jobim,embora poucos compatriotas  o conheçam ou reconheçam,alguém duvida ?
 
O garoto Eumir começou pelo acordeon passando logo para o piano quando iniciou os estudos de música (arranjo e regência) em seu Estado natal,Rio de Janeiro. Era tão fissurado que assistia concertos por detrás da orquestra para melhor perceber as variações dos arranjos para cada grupo de instrumentos. Contemporâneo da turma da Bossa Nova, já começou fazendo arranjos para Tom Jobim.Mais tarde trabalhou com Milton Nascimento,Elis e Nara. Aliás,seu primeiro (e talvez único) disco feito no Brasil era todo dedicado às canções de Jobim e, quando a turma foi aos EUA embarcou junto e resolveu preparar o caminho para se estabelecer por lá.
 
Nos States foi imediatamete contratado pela CTI,gravadora especializada em jazz. Deodato acrescentou aos seus arranjos o famoso “molho” brasileiro e não tardou a se exibir ao piano liderando a orquestra da CTI  mundo afora. Suas orquestrações funkeadas,cheias de balanço o levaram a trabalhos com Sarah Vaughan,George Benson,Lee Ritenour passando pela turma do funk como o Kool And The Gang e o Earth,Wind And Fire. Isso mesmo! Sabe aquelas festinhas onde se dançava CELEBRATION,SEPTEMBER,LADIES NIGHT,LET’S GROOVE e tantas outras ? Pois é… produção e arranjos dele mesmo.Nessa brincadeira acumulou 16 Discos de Platina.
 
Poucos anos antes, o sucesso do filme 2001 Uma Odisséia no Espaço alavancou as vendas do arranjo que criou e executou de ASSIM FALAVA ZARATUSTRA de Strauss e da magnífica RHAPSODY IN BLUE de Gershwin onde desliza pelo piano elétrico trechos do Baião de Luiz Gonzaga.Para se ter uma pequena idéia do cartaz de Eumir basta lembrar que ele passou à excursionar pelo mundo ora liderando a Sinfônica de Nova York, a Filarmônica de Londres ou a Sinfônica da Itália sem abrir mão de sua banda básica de baixo,bateria,guitarra e percussão.
Deodato não alterou seu rítmo, alternando períodos de excursões com trabalhos de estúdios,escrevendo para cinema e TV,produzindo artistas de ponta do jazz ao rock ,passando pelo blues e funk sem esquecer de seus colegas brasileiros. Vez em quando vem visitar sua terrinha e aproveita para fazer música como a trilha sonora do filme BOSSA NOVA que produziu e fez os arranjos para as vozes de Djavan e Cia do Bom Gosto.
Eis então o nosso Eumir Deodato.E termino lamentando o fato de ser esse gênio tão pouco (ou nada) reconhecido por aqui.Já passou da hora !
 
 
PS: Os vídeos são amadores mas dá prá apreciar o rapaz.Observem quando a imagem se aproxima de seu teclado e prestem atenção no estilo e no balanço de seus solos.Shows na Itália e EUA.

 

Anúncios