40 dedos de prosa e alguns poemas.

Publicado: 27/05/2010 em Poesia


A princípio apenas como esboço, este é o nome do livro. Gestado, parido, fecundado, em ordem inversa, anti-natural. Aqui mesmo neste blogue nasceu este infante. Primeiro de uma série que espero faça surgir outros infantes. Ninhadas ou não. Como diz o poeta baiano. Ou sim como dizemos nós o pernambucanos. Os que ficamos do lado de cá. Melhor para nós.

O livro está pronto? Sim. Como sim? O livro está escrito dentro do blogue. Organizar é que são elas. E contar com apoio de algum orgão como a Bagaço, Fundarpe. Batalhar pelo filho eis a questão.

Mas quem escreveu o livro? Todo mundo que passou por aqui. Por ordem de frequência e também como co-autor, indiscutivelmente meu amigo Arsênio. Número 1 dos comentaristas. Mas tem todo um grupo unido composto por Edgar Mattos, João Carlos, André Gustavo, Emmanuel Jr, Felipe, Andrei, Carlos Henrique, Lucídio, Houldine, meus três filhos, minha mulher. Enfim, todo mundo pos a mão na massa. E isso é um grande e inenarrável prazer. Um livro coletivo. Com diversos autores.

Para a posteridade da posteridade. E principalmente para hoje.

PS – Queremos livros que nos afetem como um desastre. Um livro deve ser como um machado diante de um mar congelado em nós

Franz Kafka

Anúncios
comentários
  1. Tadeu Rocha disse:

    Poeta Domingos,
    Permita-me compartilhar minha experiência ao lançar meu primeiro livro:

  2. Tadeu Rocha disse:

    1) Registro autoral – na Biblioteca Pública, na 13 de maio. Eles remetem a cópia p/ biblioteca nacional e com 2 meses no máximo chega o registro. Cito isso, p q é muito pouco divulgado. 2) Lembra da Livro 7? Tarcisio q era o dono, lançou em parceria com a elógica a Livro Rápido, vc publica uma tiragem minima de 20 livros e pode ter seu livro exposto na loja virtual, onde qualquer pessoa do Brasil pode adquirir. Pela Bargaço o minimo deve ser 100 livros. O site é http://www.livrorapido.com. Qualquer coisa pode contar comigo. Abraço.

  3. Valeu meu amigo. Dica importantíssima. Vamos lutar. Com certeza conto contigo sim. Obrigado meu velho.

  4. Arsenio Meira Junior disse:

    Domingos, o bate-bola não pode parar…
    Em meio a uma polêmica meio que estéril sobre Gallo, sobre quem tem ética e não tem etc, acabei por não vir aqui na hora certa. Mas estamos aqui. Olha, João Carlos seria um best-seller…
    Algumas tiradas dele são dignas de Mencken. Abração, irmão. Toitiço geral.

  5. João Carlos disse:

    Maravilha Domingos.Surpresa supimpa,yellowhouseanamente falando.Só uma advertência; eu não compraria um livro comigo no meio!

  6. Aquela sugestão inicial do nome está valendo mesmo. Essa aí é uma sugestão que bateu ontem mesmo. Lembre-se acima de tudo você é co-autor.

  7. Rapaz a gente para a moçada da Village e de Yellow House. Tiragem garantida.

  8. Domingos, não sou poeta, mais estou na área. Olha, estou voltando a Curitiba, nesse sábado as 5 00 da matina, vou, alias os diretores das escolas municipais de Palmas, vão todos, iremos fazer um intercãmbio, e conhecer um pouco a Educação de Lá, para tentar melhorar nosso trabalho, retornaremos com a Graça de Deus, no outro sábado, mais levarei Notebbock, para estarmos em contato. Um abração a todos, estou muito atarefado e tenho postado pouco.
    O tIMBU É NOSSO

  9. Bis idem de abraços. Poeta pernambucano , tocantinense, curitibano, brasileiro. AMÉM.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s